Galeria
Galeria
Skills4Smart :: Juntos na revitalização das competências e do emprego nos setores Têxtil, Vestuário, Couro e Calçado

"A universidade é tradicionalmente o lugar para educar os alunos e desenvolver o conhecimento, mas hoje em dia serve como um centro para conectar pessoas: estudantes com empresas, professores com entidades públicas, um local onde todas as partes interessadas do setor se reúnem." Esta foi a mensagem de abertura da reitora do IDBM Mariana Ursache no segundo evento público do projeto Skills4Smart TCLF 2030 (S4TCLF), realizado na Universidade Técnica Gheorghe Asachi de Iaşi (Roménia), a 15 de novembro de 2019. Este evento, com foco na "Digitalização e Sustentabilidade - Um projeto para revitalizar competências e emprego nas indústrias têxtil, vestuário, couro e calçado" reuniu cerca de 100 participantes: alunos e professores da universidade anfitriã, empresas e entidades públicas da região nordeste da Roménia e parceiros do projeto S4TCLF.

 

Após as inspiradoras palavras de boas-vindas da equipa da TUIASI, os representantes do consórcio S4TCLF, Carmen Arias (secretária geral da CEC), Rob Senden (diretor do IVOC) e Lutz Walter (diretor de inovação e competência da EURATEX) apresentaram vários aspetos do projeto S4TCLF. Foi dito que "a ideia central deste projeto é trabalhar em soluções" e, de facto, o desenvolvimento de novos conteúdos de formação, a criação de redes entre regiões e entre os centros de educação e formação profissional (VET) em toda a Europa ajudará a responder aos desafios atuais que essas indústrias estão a enfrentar. Ao mesmo tempo, também ajudará a torná-los mais digitalizados e sustentáveis. "No passado, a primeira prioridade das empresas era atender às solicitações dos seus clientes, enquanto hoje a maior preocupação das empresas TCLF na Europa é a dificuldade de atrair e reter pessoas talentosas com as competências certas para trabalhar nos seus negócios e fazê-los crescer", enfatizou L. Walter. De acordo com as estimativas do S4TCLF, as empresas dos 4 setores podem precisar de contratar mais de 600.000 novos colaboradores a partir de agora até 2030, para atender à necessidade de substituição de reformas ou saídas do setor por outros motivos, além de atender às novas necessidades de competências. Devido às peculiaridades regionais e às especificidades setoriais, não existe uma Estratégia de competências apropriada para todos, portanto, foram desenvolvidos no projeto cinco cenários futuros, dos quais empresas, EFP e entidades públicas podem tirar conclusões e usar para adotar as suas próprias estratégias.

 

A Associação do Comité Setorial do Ramo Têxtil e Vestuário (COMITEX), que visa desenvolver uma política pública alternativa no campo da formação e qualificação do setor têxtil romeno, graças ao envolvimento de todos os atores relevantes do setor, explicou que isso só seria possível por meio de uma cooperação reforçada entre todas as partes interessadas do setor, uma nova marca do setor e das suas qualificações e o envolvimento das empresas em atividades de formação vocacional.

 

O evento público foi realizado com a moderação de Aura Mihai (TUIASI), em conjunto com Gustavo Gonzalez-Quijano (Secretário Geral da COTANCE), focando mais nas experiências das empresas em termos de digitalização e sustentabilidade. Ex-graduada da TUIASI, Caterina Ailiesei explicou como a sua empresa KATTY FASHION, empresa de ponta que produz roupas com o mínimo impacto ambiental na área de Iasi, conquistou a liderança no mercado. Respeito, excelência, honestidade e união foram os valores fundamentais. "Somente através da cooperação de todas as partes interessadas dos setores, será possível lançar novos projetos com zero desperdício e digitalização para impulsionar a nossa indústria e a nossa região".

 

REDU, representada por S.E. S. Prisecaru, transforma os materiais residuais do processo das fábricas de têxteis e vestuário em itens de moda criativos. "Embora uma parte relativamente pequena dos consumidores já tenha sido educada para não colocar roupas no lixo, ainda há um longo caminho a percorrer em toda a Europa e em todo o mundo".

 

"O vínculo entre universidade e empresas é forte hoje em dia", explicou Janina Zarojanu, da GEMINI CAD SYSTEMS, uma empresa de 15 anos de Iasi, conhecida mundialmente por desenvolver soluções de hardware e software para os setores têxtil, couro, vestuário e outros setores manufatureiros. Os seus esforços em pesquisa e inovação traduziram-se em sucesso no mercado, mas há mais. A GEMINI CAD SYSTEMS assinou uma parceria "gwin-win" com a TUIASI, onde ofereceu gratuitamente equipamentos de última geração à Universidade, o que permite que os alunos adquiram as competências necessárias para um futuro de ponta no setor: "Os académicos formam os futuros especialistas em digital, na GEMINI CAD, oferecemos suporte e licenças das nossas ferramentas de software a todos os alunos gratuitamente. No entanto, para dar todas as boas-vindas e todos os benefícios decorrentes da digitalização, é necessária uma mudança de mentalidade para as empresas mais tradicionais".

 

O evento terminou com a apresentação das atividades da TUIASI na atração de jovens para carreiras nos setores de TCLF, considerados na Europa como o principal desafio de hoje. Não apenas são organizados eventos, como visitas de estudo, portas abertas e escolas de verão, mas também são organizados concursos de moda com mais de 40 escolas secundárias de toda a Roménia, envolvidas numa verdadeira noite de moda com uma passerelle organizada em conjunto com o município de Iaşi.

 

Portanto, a mensagem geral acordada por todos os participantes do painel neste segundo evento público do projeto S4TCLF é "Construir um ecossistema de suporte de universidades orientadas para a colaboração e emprego, negócios orientados para a inovação, juntamente com entidades públicas e afins, são fundamentais para melhorar a empregabilidade atraindo e retendo novas forças de trabalho, para incentivar o crescimento e fortalecer as regiões". À medida que o projeto S4TCLF avança, ele capta as melhores práticas como estas de Iaşi e integra-as na estratégia de competências do setor, na forma de um Roteiro de Sustentabilidade - para exploração futura dos resultados do projeto e como uma luz orientadora para as indústrias TCLF até 2030.

 

Detalhes do projeto:

Título: Skills4Smart TCLF Industries 2030

Referência: 591986-EPP-1-2017-1-BE-EPPKA2-SSA-B

Programa: ERASMUS + (Sector Skills Alliances for implementing a new strategic approach to sectoral cooperation on skills ("Blueprint")

Duração:

1 de janeiro 2018 - 31 de dezembro 2021

Parceiros:

1.         EURATEX - European Apparel and Textile Confederation Belgium, Project coordinator

2.         CEC - European Footwear Confederation, Belgium

3.         COTANCE - European Leather Association, Belgium

4.         CIAPE- Centro Italiano per l'Apprendimento Permanente, Italy

5.         CITEVE- Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal, Portugal

6.         CNDIPT- Centrul National de Dezvoltare a Invatamantului Profesional si Tehnic, Romania

7.         COBOT, Belgium

8.         CTCP, Centro Tecnológico do Calçado de Portugal, Portugal

9.         HMA - Hellenic Management Association, Greece

10.      FUNDAE - Fundación Estatal para la Formación en el Empleo, Spain

11.      IVOC, Belgium

12.      INESCOP- Instituto Tecnologico del Calzado y Conexas, Spain

13.      OPCALIA, France

14.      PIN - Soc. Cons. A r.l. - Servizi didattici e scientifici per l'Università di Firenze, Italy

15.      Politecnico Calzaturiero, Italy

16.      SPIN360, Italy

17.      TUIASI- Universitatea Tehnica Gheorghe Asachi din Iasi, Romania

18.      Lodz University of Technology, Poland

19.      UPC- Universitat Politècnica de Catalunya, Spain

20.      PIRIN-TEX EOOD, Bulgaria

21.      UdL - Universitat de Lleida, Spain

22.      Virtual Campus, Portugal




Desenvolvido por:
   Powered by: