Galeria
Galeria
Novos regulamentos OEKO-TEX® para 2022

A Associação OEKO-TEX® divulgou as atualizações anuais para os critérios de ensaio, valores limite e requisitos para certificação. Todos os novos regulamentos entrarão em vigor após o período de transição, que decorre até 1 de abril de 2022. Entretanto está agora disponível a nova Calculadora de Impacte para os detentores da certificação STeP by OEKO-TEX®. Esta ferramenta, específica para a indústria, fornecerá dados sobre a pegada de carbono e hídrica, essenciais para atingir as metas climáticas. Finalmente, no final de 2022, a Associação OEKO-TEX® apresentará também uma nova certificação para "due diligence" empresarial: o RESPONSIBLE BUSINESS by OEKO-TEX®.


Mudanças Climáticas - o mais urgente desafio para a indústria

Na Conferência Mundial do Clima de 2021, realizada em Glasgow, representantes da indústria têxtil apresentaram uma versão mais ambiciosa da Carta da Indústria da Moda da ONU para a Ação Climática. Mais de 130 empresas participantes comprometeram-se a limitar o aquecimento global a 1,5 graus Celsius - uma meta do Acordo de Paris sobre alterações climáticas. Por sua vez, a indústria têxtil estabeleceu a meta de reduzir as emissões de carbono em no mínimo 30% até 2030. Os processos de fabricação com uso intensivo de carbono e de água na indústria têxtil têm um grande potencial de melhoria, mas o desafio em larga escala requer ações que vão além de iniciativas voluntárias.


OEKO-TEX® lança Calculadora de Impacto

Para atingir a meta proposta para a indústria em 2030, as empresas precisam de dados confiáveis. Foi exatamente para promover o desenvolvimento e a troca de dados ao longo de toda a cadeia de valor têxtil, que a Associação OEKO-TEX® lançou a Calculadora de Impacte. Esta ferramenta mede a pegada de carbono e hídrica de cada etapa do processo, no processo global e num quilograma de material/produto.

"A transparência é o fator decisivo para medir e reduzir as emissões de gases de efeito estufa e o consumo de água nas cadeias de abastecimento", explica o secretário-geral da Associação OEKO-TEX® Georg Dieners. "Apresentar soluções tangíveis para os desafios da indústria é o princípio orientador que está na base dos 30 anos de compromisso da OEKO-TEX® com empresas e consumidores. A OEKO-TEX® continua a desenvolver soluções científicas e sistemas digitais para os nossos clientes gerirem processos em termos de impacte ambiental e social. A incorporação de critérios para emissões de CO2 e consumo de água é um passo lógico para ainda maior transparência."


Solução de Avaliação do Ciclo de Vida

A Associação OEKO-TEX® iniciou também o desenvolvimento de uma ferramenta de Avaliação do Ciclo de Vida em 2020. Agora, os cálculos da pegada de carbono e hídrica estão integrados na certificação STeP by OEKO-TEX®. Assim, a certificação permite às instalações de produção:

  • identificar os maiores impactes de carbono e água por materiais utilizados ou produzidos, bem como por processos de produção:

  • tomar medidas para melhorar as operações e cumprir as metas de redução;

  • compartilhar dados de pegada de carbono e hídrica com clientes, investidores, parceiros de negócios e outras partes interessadas.

A certificação STeP é um pré-requisito para obter o rótulo de produto MADE IN GREEN by OEKO-TEX®. A implementação do cálculo de pegada de carbono e hídrica para a comunicação com o consumidor está pensada para um passo futuro em direção à transparência.


Nova certificação para marcas e retalhistas: RESPONSIBLE BUSINESS by OEKO-TEX®

Em meados de 2022, a associação apresentará a RESPONSIBLE BUSINESS by OEKO-TEX®, uma nova certificação para marcas e retalhistas comprometidos com acordos internacionais de direitos humanos e proteção ambiental. A OEKO-TEX® visa apoiar as empresas no cumprimento das obrigações de "due diligence" dentro das suas próprias operações e nas suas cadeias de fornecimento globais. A RESPONSIBLE BUSINESS by OEKO-TEX® foi desenvolvida de acordo com os Princípios Orientadores da ONU sobre Negócios e Direitos Humanos e as Diretrizes da OCDE sobre Conduta Empresarial Responsável.


MADE IN GREEN by OEKO-TEX®

A etiqueta de sustentabilidade rastreável para têxteis e artigos de couro registou novamente o maior crescimento no portfólio OEKO-TEX®. Em comparação com o ano anterior, o número de detentores de rótulos MADE IN GREEN aumentou 55% (até 31/12/2021). Enquanto os têxteis-lar continuam a ocupar o primeiro lugar como a categoria mais forte (roupa de cama com um aumento de 80% em relação ao ano anterior), verifica-se atualmente um crescimento particularmente na categoria de vestuário. Com um aumento anual de 156%, o vestuário de trabalho e de proteção registaram o maior crescimento. Isso deixa claro a rapidez com que a procura por produtos fabricados de forma sustentável está a aumentar em todos os tipos de produtos têxteis.


Valores limite novos e atualizados

A OEKO-TEX® adicionou o bisfenol B (BPB) nas certificações STANDARD 100, LEATHER STANDARD e ECO PASSPORT by OEKO-TEX® e na MRSL do STeP by OEKO-TEX®. O mesmo se aplica a dois corantes adicionais baseados na Michler's ketone/base.


Novas substâncias sob observação

Em 2022, a OEKO-TEX® continuará a monitorizar várias substâncias com base nas descobertas científicas mais recentes e na conformidade com especificações relevantes. Isso diz respeito principalmente a alguns agentes preservantes de processo e aos bisfenóis F, S e AF.


Os novos regulamentos de 2022 para todos os produtos OEKO-TEX® estão disponíveis em detalhe no menu lateral.



Desenvolvido por:
   Powered by: